Translate this Page

Rating: 3.0/5 (865 votos)



ONLINE
4




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

site, fee epub, link, get pdf, enter link, free book, download book, this link, free book, download pdf,

seitas e heresias n.3
seitas e heresias n.3

                                           MAIS HERESIAS PARTE N.3 

                        TJ O ESPIRITO SANTO É FORÇA ATIVA? 

Gênesis 1:1,2 – No princípio criou Deus os céus e a terra. Ora, a terra mostrava ser sem forma e vazia; e havia escuridão sobre a superfície da água de profundeza; e aforça ativa de Deus movia‑se por cima da superfície das águas. (Tradução do Novo Mundo, grifo acrescentado.)

As testemunhas de Jeová usam este versículo para atacar a fé cristã na questão da personalidade do Espírito Santo. A maioria das traduções do versículo 2 dizem que “o Espírito de Deus pairava sobre as águas”. Mas a sociedade Torre de Vigia tem ensinado a seus seguidores que o Espírito Santo é meramente uma força impessoal a serviço de Deus. Para provar isto a seus ouvintes as testemunhas de Jeová citam este versículo segundo aTradução do Novo Mundo. Esta é uma situação na qual uma testemunha de Jeová não precisa distorcer as Escrituras para encaixar as doutrinas que aprendeu. O versículo vem pré‑distorcido em sua própria Tradução do Novo Mundo. Em outros textos, a tradução da Torre de Vigia fala do “espírito santo”, escrito em minúsculas.

Para responder à alegação da testemunha de Jeová de que o Espírito Santo é uma mera  força  impessoal, enfatize  que a  Bíblia  repetidamente  se  refere  ao Espírito Santo como tendo atributos pessoais. Por exemplo, mesmo a Tradução do Novo Mundo revela que o Espírito Santo fala (At. 13:2), dá testemunho (João 15:26), fala as coisas que ouve (João 16:13), sente‑se magoado (Is. 63:10) e assim por diante.

  • Ficaram eles “cheios” duma pessoa? Não, mas ficaram cheios da força ativa de Deus. (Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra página 40)… Então e Espírito Santo não é uma pessoa… Mas será?…

É claro que a Bíblia usa aí uma figura de linguagem onde toma a parte pelo todo. Efésios 1:23 diz que Deus “preenche todas as coisas”, o que concorda com Atos 2:4.

Romanos 8.11 diz que o Espírito Santo mora ou reside em nós, assim como Efésios 3.17 diz que Cristo reside em nossos corações, da mesma forma que João 14.23 também fala da habitação em nós tanto do Pai, quanto do Filho. Nada disso faz com que o Pai e o Filho deixem de ser pessoas. O que dizer da legião de demônios que se apossou de uma só pessoa? Até mesmo as TJs defendem a personalidade dos demônios. Lançando mão de tal raciocínio tão pouco Satanás seria uma pessoa, pois diz a Bíblia que ele entrou em Judas (Lucas 22.3).

Fonte de pesquisa: “As Testemunhas de Jeová refutadas versículo por versículo”, David A. Reed; trad. de Marcelus Virgílius Oliveira e Valéria Oliveira. ‑ 2. ed. Rio de janeiro: JUERP, 1990.

 

 

Se não existe a palavra Trindade na bíblia, como ela pode ser bíblica?

Você Pergunta: Eu sei que a palavra trindade não existe na Bíblia, mas não tenho certeza de que a Bíblia fale realmente sobre ela. Minha pergunta é: Existem evidências bíblicas que mostrem que a doutrina da trindade é correta?

Resposta: A trindade é uma doutrina bíblica? Cara leitora, apesar de não termos a palavra trindade mencionada na Bíblia, podemos ver claramente a Trindade sendo apresentada a nós, tanto no Antigo Testamento como no Novo Testamento. Irei demonstrar isso a você citando alguns textos:

Observe no texto a seguir que na descrição da criação que estava sendo realizada, temos um verbo empregado no plural: “Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança…” (Gn 1. 26). No próximo verso vemos a constatação de que “Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.” (Gn 1. 27). Aqui vemos claramente o plural da trindade (nas palavras “façamos e nossa imagem”) e ao mesmo tempo a singularidade de um Deus único (nas palavras “criou Deus”).

Outra menção está em Gn 3:22: “Então, disse o SENHOR Deus: Eis que o homem se tornou como um de nós, conhecedor do bem e do mal…”. Vemos novamente aqui a mesma pluralidade (nas palavras “como um de nós”) juntamente com a singularidade de um só Deus (nas palavras “então, disse o SENHOR Deus”). Ou seja, vemos indícios claros da trindade. Porém, até aqui não temos menção ou sugestão do número três da trindade. Mas essa questão muda no Novo Testamento.

Outra menção bíblica interessante é a do batismo de Jesus Cristo. Ali vemos claramente a menção da trindade: “Batizado Jesus, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba, vindo sobre ele. E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.” (Mt 3. 16-17). Observe bem que a trindade está presente naquele momento: Jesus, o filho (na água sendo batizado), Deus, o Pai (A voz que disse que Jesus era o Filho amado) e o Espírito Santo (descendo como pomba sobre Jesus).

Mas existem ainda mais evidências bíblicas sobre a trindade:

Em Mateus 28.19, Jesus ordenou o batismo de seus servos do seguinte modo: “batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”. Aqui fica bastante clara a trindade.

A promessa feita por Jesus Cristo, focando no que aconteceria depois de Sua morte, também aponta claramente para a trindade: “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco” (Jo 14. 16). Note que no texto se menciona a trindade: O Filho clamando ao Pai pela vinda do Consolador que é o Espírito Santo.

Paulo também usa da figura da trindade, como fica evidente em uma de suas bênçãos à igreja em Corinto: “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.” (2Co 13. 13). Veja que é mencionado nesse texto Deus, Jesus Cristo e o Espírito Santo, ou seja, a trindade.

Assim, há elementos bíblicos suficientes para crermos na doutrina da trindade. É verdade que ela é uma doutrina de difícil compreensão para a nossa limitada capacidade, porém, esse fato não a anula e nem apaga o que, inquestionavelmente, dela se diz na Bíblia.

Enviado por André Sanchez em: #VocêPergunta

 

 

 

TJs: O Deus verdadeiro é três pessoas?

 

Gênesis 18:1,2 – Yahweh lhe apareceu . …Tendo levantado os olhos, eis que viu três homens de pé… (A Bíblia de Jerusalém).

As testemunhas de Jeová acreditam que é impossível para o único Deus verdadeiro existir como três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. Mas a Bíblia, em Gênesis 18 e 19, mostra Deus aparecendo a Abraão como três homens. Esta narração pode ser usada para ajudar  as  testemunhas  de  Jeová a ver  que mesmo o impossível (do ponto de vista humano) é possível para Deus. Discuta isto com elas como sugerimos aqui:

Na Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas da So­ciedade Torre de Vigia, em Gênesis 18:1,2, Deus aparece a Abraão como três homens (os anjos). Abraão se dirige a eles como “Jeová” (v. 3). Quando os três homens respondem, o episódio é descrito alternativamente como “eles” falando (v. 9) e “Jeová” falando (v.13). Quando dois dos três homens se despedem para visitar Ló em Sodoma, Abraão continua a chamar aquele que permaneceu de “Jeová”, mas Ló se dirige aos outros dois como “Jeová” (Gên. 18:22‑28, 19:1‑18).

Por si mesma, esta consideração não prova a doutrina da Trindade. Mas, pelo menos, demonstra que é possível para Deus se manifestar como três‑em‑um. O fato de que este conceito está além do alcance total do intelecto humano não deve fazer com que as testemunhas de Jeová o anulem. Como escreveu o apóstolo Paulo “… agora só podemos ver e compreender um pouquinho a respeito de Deus, como se estivéssemos observando seu reflexo num espelho muito ruim; mas o dia chegará quando o veremos integralmente, face a face. Tudo quanto sei agora é obscuro e confuso, mas depois verei tudo com clareza, tão claramente como Deus está vendo agora mesmo o interior do meu coração” (I Cor. 13:12, Novo Testamento Vivo).

A argumentação acima pode ajudar a testemunha de Jeová a reconsiderar o conceito de um único Deus em três pessoas. (Veja também Isaías 9:6; João 1:1, 16:13; 1 Coríntios 6:19, 8:6; Colossen­ses 2:9;e Apocalipse 1:7,8.)

Fonte de pesquisa: “As Testemunhas de Jeová refutadas versículo por versículo”, David A. Reed; trad. de Marcelus Virgílius Oliveira e Valéria Oliveira. ‑ 2. ed. Rio de janeiro: JUERP, 1990.

 

 

 FONTE NEPEC.ORG

WWW.AVIVAMENTONOSUL.BLOGSPOT.COM